16 abril 2010

Lua de Sangue - Capítulo 2

Se você não leu Lua de sangue capítulo 1 clique aqui!




In morte heretici glorificatur Christus

- Eu sei que esta ai Lenore, pode sair de trás da cortina. –disse Nateniel.
Logo em seguida,uma criatura com aparência medonha,com um rosto pálido,contudo sereno. 
- Desde quando você me segue sem fazer estragos – complementou o lobo.
-Sempre engraçado meu amor – disse Lenore.
- Suma daqui ou eu te mostro com quantos exorcismos se desfaz uma Banshee. – disse.
-Calma, Nate,estou aqui porque o Victorios me mandou.- disse.
- O que aquele vampiro maldito quer de mim ? – disse Nateniel.
- De você ? Por que tem que ser somente você envolto na situação? – disse a Banshee.
- Então o que é ? – respondeu.
- Bom,não preciso falar que o todos os jornais televisivos estão falando sobre o que aconteceu noite passado no metrô –Preciso ? – Ironicamente, o fantasma resmungou.
-Não,prossiga com sua baboseira,fantasma – disse Nateniel.
-Bom. Victorios disse que ele desconfia da família dessa garota que você esta (...) – Como é mesmo a palavra – Furnicando.
-Maldito fantasma – Se eu pudesse...- disse.
-Calado lobo- disse a Banshee.
- Ai vai os detalhes da sua missão escravo: - Você deve ficar junto dessa garota e descobrir tudo sobre ela e a família- Victorios acha que eles são uma antiga família de caçadores de vampiros.Descubra,e se for verdade: Elimine-os.
-Ok.Odeio seu mestre. – disse o lobo conformado.
- É eu sei que você odeia - Um segredo-Eu também. –disse Lenore antes de desaparecer no ar,deixando a atmosfera fria.

Vampiros há muito tempo exterminaram praticamente todos os lobisomens,haviam algumas matilhas espalhadas pelo mundo,porem nenhuma delas jamais se mostrou para a sociedade com medo da retaliação da parte dos sanguessugas.

Nateniel,resolveu fazer uma busca pela casa de Julia,no intuito de desvendar coisas sobre a família da garota,coisas que os incriminassem,e que pudessem condená-los. 
Decidiu começar pela escada que dava para o subsolo da casa,e ficava ao lado da escada que ia para o andar superior. 
Revelando um porão,sem característica alguma de porão,mais parecia um deposito de alimentos,mas muito bem limpo e iluminado. 
Caminhando silenciosamente,e farejando.Para um lobisomem era fácil achar coisas que supostamente deveriam estar escondidas,por exemplo armamentos de caçar vampiros,o cheiro do ouro das balas seria fácil de detectar.
Lobisomens não tinham muita resistência a prata,pois ela purificava o sangue,deixando-os incapazes de se transformarem e assim vulneráveis.
Vampiros não suportam a luz do sol,portanto balas feitas de ouro,que acredita-se ser o metal do sol,os antigos,faziam rituais,dedicando armas de ouro antes de ir caçar vampiros.
O lobo pesquisou todos os cantos,porem nada foi encontrado,assim decidiu continuar sua busca pela casa.

Procurou por cada canto da mansão,porem,nada.E não dera conta da hora,oito da noite em ponto. Julia ainda não havia chegado – Foi o primeiro pensamento do lobo ao ver a hora.

Nateniel decidiu ir atrás de Julia.Parou em frente a mesa da sala de Jantar,pegando um papel,como que por instinto.Nele estava escrito o endereço da escola da garota. 
Assim,em seguida,saiu pela porta da frente,rápido,sem nem abrir o portão da casa,Nateniel já ganhava a rua após um salto sobre humano por cima do muro.
Analisando calmamente a rua,Nateniel não viu ninguém que pudesse te-lo visto pulando o muro.


A única coisa que chamou-lhe a atenção,foi o barulho do cavalgar pesado de algum cavalo que estava próximo dali. 
Nateniel inalou o ar da noite.Sentindo cada fragrância que por ali havia.Ouro foi uma delas.Mas de onde poderia estar vindo este cheiro de ouro.
Nateniel não teve tempo de olhar mais a fundo de onde vinha o cheiro,um cavalo negro enorme,com armaduras azuis e douradas o atingiu,fazendo com que ele perdesse o chão,caindo perto da sarjeta. 

-Mas que merda foi essa – disse Nateniel tentando se levantar,olhando para os lados,procurando pelo cavalo.
Parado ao lado do cavalo,um homem,aparentemente velho,com seus cinqüenta anos,isto era indicado pelos cabelos brancos que saiam do seu chapéu.Seus olhos ainda aguardavam misteriosamente para serem revelados, já que estavam cobertos por um par de óculos pequenos e redondos com as lentes escuras.
O braço direito do homem não parecia ser mais feito de carne,no lugar havia uma replica do braço,três vezes mais robusto,coberto por placas de ouro,em sua mão direita segurava uma Magnum.44 também feita de ouro.

-Me desculpe pelo meu cavalo jovem,mas ele sempre age assim quando esta perto de lobisomens. – Disse o homem.
- Que indelicadeza a minha,meu nome é Isaac –disse .
-O que você quer?- disse Nateniel,ainda atordoado.

-Na verdade não é o que eu quero,mas sim o que você quer meu caro.- Disse Isaac.
- O que eu quero ? – Nateniel disse espantado.
- Sim...sim. O que você deseja – Se não estou enganado a estória se repete.Eu me lembro da ultima vez Nateniel.Você tentou salva-la de Victorios,mas falhou.-disse Isaac.
-Falhei? Com quem ? Do que esta falando? –Perguntou confuso.
-Minha filha,não se lembra? – Aquela garota que deu sua vida para você,lobo maldito.-Disse.
Nesse momento,todas as memórias até então escondidas na escuridão da mente de Nateniel foram postas a tona,em um despertar rápido e violento.
-Não foi minha culpa,como eu saberia que meu próprio irmão estaria me traindo com os vampiros ? – respondeu Nateniel. 
-Não de desculpas lobo,não estou aqui para te matar.Estou aqui,porque preciso de você,para digamos (...)terminar um assunto para mim. –Disse Isaac.
-Diz logo o que você quer!- disse o lobo em um tom furioso.
-Bom,a garota que esta com você –ELA é a reencarnação da minha filha.- disse .
-Mas como,você é humano.Como consegui ficar vivo tanto tempo –Disse Nateniel pasmo.
-Eu usei de todo o meu conhecimento.E com o sangue vampirico, consegui um elixir para a vida eterna.Porem tudo tem seu preço.Meu corpo não vai agüentar por muito tempo – Não sei como agüentou por todos esses séculos.-disse. 
-Ok.O que você quer que eu faça -Minha real missão é matar a família dela. –Disse Nateniel.
-Você segue as ordens de Victorios ainda lobo? – Indagou.
-Sim.Mas,cada dia que passa,meu ódio por aquele vampiro cresce mais e mais.Infelizmente,não tem como me rebelar.-Disse.
-Você sempre foi fraco Nateniel. –disse Isaac –Não sei como deixei a vida da minha amada filha Bianca em suas mãos .

O lobo olha diretamente para dentro das lentes negras,como se enxerga-se a alma de Isaac,e ele,sentia medo do garoto lobo.
Lobisomens são instáveis,isso causa medo em qualquer um que desafie-os. 
Nateniel soltou um grito de dor,alertando Isaac,que ele havia despertado o lobo no interior do rapaz.Seus ossos se rachavam,moldando o seu corpo.A transformação estava ocorrendo porem,Isaac,era um veterano nisso.Não deixaria a única coisa que o colocaria em desvantagem acontecer,disparando com sua Magnum.44 contra o semi transformado lobisomem.
Balas de prata atingiram o corpo dele,porem,ao contrario do que Isaac achava que iria ocorrer, o rapaz se levantou,mesmo que os projeteis tenham atingido-o.

-Eu também evolui esses anos Isaac –Disse Nateniel em suas ultimas palavras,ainda que semi humanas,que aparentavam ser um tom primitivo de comunicação. 
-Droga. –Disse Isaac,pegando um sabre que estava sob seu casaco de couro.Era um sabre de prata.

Isaac partiu correndo para cima do lobo monstruoso.Em um golpe suave mais preciso,ele tinha certeza que havia atingido a criatura em cheio.Porem ao virar-se,o lobo estava sobre o muro da casa de Julia,olhando para ele com ar jocoso. 
Os dois se encararam.Um rosnando de um lado e o outro pensando exaustivamente em como derrubar o seu inimigo.Uma chuva pesada e violenta tinha inicio junto ao conflito dos dois.

Nateniel,partiu para cima de Isaac,cortando a chuva com suas garras.Isaac,se defendia a cada golpe que a besta dava,esquivando-se,ou usando de seu braço feito de ouro.
Nateniel,estava enfrentando um inimigo finalmente a sua altura.Após varias tentativas, o lobo se afasta de Isaac,porem,desta vez, ele foi descuidado,recebendo um golpe certeiro,deferido pelo braço direito do homem,Nateniel mais uma vez perdeu o chão sendo arremessado longe. 

-Vira lata,vocês nunca mudam,sempre acham que força bruta ganha da ciência. –Disse Isaac.

O lobo se levantou rapidamente,seus olhos estampavam ódio.Nenhum lobisomem gostava do termo “Vira latas”,partindo novamente em seguida de encontro a Isaac,com toda a sua força.
O homem por sua vez largou o sabre e se preparou para o encontrão.
Não seria fácil suportar o impacto,porem seria necessário,se ele quisesse sobreviver. 
O braço direito iria fazer a função de escudo,pois ele era o mais resistente.De sua manopla dourada,uma estranha claridade azulada era emanada,iluminando o rosto de Isaac.
Nateniel não ligou para um possível perigo e atacou,o impacto fez Isaac ser jogado para trás,porem junto do lobo,já que este estava com seus dentes presos na manopla,a claridade azul, na verdade era eletricidade.
Os dois,com a chuva foram eletrocutados com toda a força.Nateniel foi arremessado contra um carro que jazia parado ao lado esquerdo da rua vazia.Por sorte nem uma alma viu o confronto dos dois poderosos combatentes.
Isaac,encontrou um poste de luz ao lado direito da rua,a força fora tanta que a estrutura não agüentou,partindo-se ao meio,por sorte Isaac não foi atingido .


Nateniel estava desacordado,assim como Isaac.

(...)



Autor: Jimmy

 
Contásticos © Copyright 2012 - Template Made by Milly Pellegrini