28 abril 2011

Cabeças Pensantes

cabeca-pensante

Duas cabeças pensantes,
perambulam distantes
e quando se unem uma poesia sai em instantes,
em versos nunca vistos antes,
unidos como os corpos dos amantes
brilhantes como lindos diamantes
cultos como os livros nas estantes
juntos caminham adiante
trazendo, nos rostos, um sorriso radiante
de repente param,
pois avistam um elefante
como odeio esse humor irritante
Eu odeio esse seu jeito provocante
mas adoro essa viagem alucinante
que nos faz ficar distantes
perambulando com nossas cabeças pensantes.
Fim.

como fala em fim sem me consultar antes?

Obra Conjunta
Autores: Milly Pellegrini e Orlando Vasques

 
Contásticos © Copyright 2012 - Template Made by Milly Pellegrini