14 dezembro 2011

A mais curta história de Ficção Científica II

naves tdsobreosmutantesNa época da colonização da Lua, muitas naves de pequeno porte levavam e traziam produtos, minerais e materiais orgânicos. Mas como as viagens se tornaram constantes, foi-se necessário cortar gastos.
- Preciso que você avalie o que podemos retirar das naves de cargas em sua construção, para reduzirmos custos. Estou perdendo muito dinheiro neste negócio. – chefe.
- Mas, chefe! Não dá... – engenheiro.
- Não quero saber! Se você não pode fazer, vou deixar esse serviço para Nestor, nosso mecânico. – chefe.
- Mas ele não entende nada de engenharia! – engenheiro.
- Não interessa... – chefe.
Uma semana depois, o chefe da empresa foi convidado a visitar a nova colônia. Subiu em uma de suas naves modificadas e partiu.
Mas, quando estavam se preparando para descer, com a nave inclinada em uma incrível velocidade devido à gravidade, uma luz no painel começou à piscar.
- Que luz é essa, Nestor? – chefe.
- Ué, o senhor pediu para eu retirar algo que não fizesse falta! Como vi a nave estacionada no chão, retirei o “amortecedor de queda”...
- O quê?!! – chefe.

Autor: Brian Oliveira Lancaster

 
Contásticos © Copyright 2012 - Template Made by Milly Pellegrini